quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

UPS COM ARQUITETURA PARALELA REDUNDANTE



1-A configuração RPA™ fornece uma completa redundância para sistemas de cargas críticas, permitindo a operação em paralelo de até 8 unidades. O sistema permite um excelente comportamento dinâmico da tensão de saída baseado no compartilhamento da carga entre as unidades. Isso leva a altos índices de disponibilidade e confiabilidade de fornecimento.

2- Projeto Modular permitindo o upgrade do sistema para fazer frente a futuros aumentos de potência sem interrupção do fornecimento à carga.

3- Fácil instalação e manutenção.

4-A Modularidade do projeto permite um investimento gradativo.

5- O barramento de dados de alta velocidade Redundante possibilita rapidez nas tomadas de decisões com alta confiabilidade.

6-Arquitetura Peer-to-Peer onde qualquer UPS pode ser o “líder lógico” garantindo uma operação sem ponto único de falha.

7- Partida sequencial de cada máquina na volta da concessionária para evitar sobrecarga nos geradores, sobreaquecimento nos cabos e fusíveis e distúrbios elétricos em outras cargas conectadas na entrada.

8- Intelligent Energy Management - (IEM) possibilita a otimização da utilização da energia para maior economia na operação dos módulos em paralelo.

A GE Digital Energy disponibiliza a única tecnologia de Arquitetura Paralela Redundante (Redundant Parallel Architecture™ - RPA™) que pode paralelar módulos UPSs com verdadeira redundância.

Com RPA™ não existe a necessidade de chaves ou comandos eletrônicos externos para controlar os módulos UPSs do sistema em paralelo.

Nesse sistema um dos UPSs é definido arbitrariamente como a unidade mestre, disponibilizando para as outras todos os parâmetros de controle. Se ocorrer a falha de um dos UPSs a carga será distribuída automaticamente entre os outros.

Se a falha ocorrer na unidade mestre, automaticamente este papel passará para uma das unidades remanescentes.

O sistema RPA™ é projetado para ser do tipo sem ponto único de falha, garantindo altos níveis de confiabilidade na alimentação de cargas críticas.
Fonte : GE
http://www.geindustrial.com.br/produtos/ups/rpa_01.asp

Nenhum comentário:

Postar um comentário