quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

ENTENDENDO O LEED

Leadership in Energy and Environmental Design (Leed) é um sistema de classificação de edificações a partir de critérios de sustentabilidade ambiental em diferentes categorias (veja a tabela 2). Desenvolvido pela organização United States Green Building Council (USGBC), o Leed envolve prérequisitos obrigatórios, que não valem pontos, e um sistema de pontuação cumulativa que permite às edificações obter diferentes classificações.

    Segundo Newton Figueiredo, presidente do Grupo Sustentax, responsável pelo gerenciamento da certificação Leed do Rochaverá Corporate Towers, o processo é dividido em fases. A primeira é o registro da edificação no USGBC. A segunda é a pré-certificação, concedida com base no desempenho dos itens previstos em projeto. A certificação real ocorre somente após a conclusão da obra, quando todos os sistemas são rigorosamente auditados, para verificar se os pré-requisitos e a pontuação obtida em projeto foram de fato cumpridos. Após essa etapa, a edificação certificada terá o direito de usar o selo Leed pelo período de dois anos. Ao final desse prazo, para conservar a certificação o edifício deve ser reavaliado, em termos de operação sustentável dos sistemas, a cada dois anos. Se não houver interesse na renovação, perde-se o direito de usar o selo.

O sistema Leed tem parâmetros específicos para contemplar diferentes edificações. A regra Leed New Construction aplica-se a empreendimentos de escritórios em que o proprietário ou locatário detenha 51% ou mais da ocupação. Nesse caso, a certificação trata a construção como sede de empresa e avalia desempenho de núcleo, fechamentos, móveis, luminárias e todos os demais itens internos. Nos edifícios de escritórios em que o proprietário ou um locatário isolado não detenha mais da metade da ocupação, a regra que deve ser aplicada é a Leed Core and Shell Development Projects (Leed-CS), que certifica apenas o núcleo e o envoltório. Os ocupantes podem, no entanto, obter classificações independentes para o interior de seus escritórios em acordo com a regra Leed Commercial Interior (Leed-CI). "Somadas, as regras Leed-CS e Leed-CI equivalem à Leed New Construction", explica Figueiredo.

Além dos parâmetros para construções comerciais, o Leed oferece regras para outros cinco tipos de edificação: Leed-MB, para múltiplas edificações num mesmo sítio, tais como condomínios corporativos, campi e instalações governamentais; Leed- EB, para maximização da operação e da manutenção de edifícios existentes; Leed-H, para projeto e construção de edifícios residenciais; Leed-ND, para desenvolvimento de loteamentos, urbanismo e equipamentos comunitários; e Leed-LS, para projetos escolares.

Pontuação e níveis de certificação para edifícios de escritórios:


 Nível de certificação Leed New Construction (Leed-NC)  Leed Core and Shell (Leed-CS)
 Certificado  26 a 32 pontos  23 a 27 pontos
 Prata  33 a 38 pontos  28 a 33 pontos
 Ouro  39 a 51 pontos  34 a 44 pontos
 Platina  52 a 69 pontos  45 a 61 pontos

Pontuação máxima por categoria:
 Categoria Abrangência   Pontos New Construction (NC) Pontos Core and Shell (CS) 
Sustainable Sites (SS)  Terreno, implantação, entorno, transporte  14  15
Water Efficiency (WE)  Administração do consumo de água no edifício 
Energy & Atmosphere (EA)  Administração do consumo de energia no edifício  17  14
Materials & Resources (MR)  Materiais renováveis, fornecimento  13  11
Indoor Environmental Quality (EQ)  Qualidade do ar interno do edifício e na obra  15  11 
Innovation & Design Process  Inovação – Leed Accredited Professional 
TOTAL  69  61 

Pré-requisitos por categoria:

Sustainable Sites (SS) - Pré-requisito 1 - Construction Activity Pollution Prevention  Reduzir poluição das atividades de construção, controlando poeira, erosão do solo e sedimentação de canais de água 
Energy & Atmosphere (EA) - Pré-requisito 1 - Fundamental Commissioning of the Building Energy Systems  Verificar se os sistemas de energia estão instalados, calibrados e com desempenho de acordo com o previsto em projeto 
Energy & Atmosphere (EA) - Pré-requisito 2 - Minimum Energy Performance  Estabelecer nível mínimo de eficiência energética para o prédio e seus sistemas. Abrange relação opacidade/transparência das fachadas 
Energy & Atmosphere (EA) - Pré-requisito 3 - Fundamental Refrigerant Management  Reduzir a destruição da camada de ozônio - não usar CFC nos sistemas de ar condicionado 
Materials & Resources (MR) - Pré-requisito 1 - Storage & Collection of Recyclables  Prever espaço para coleta seletiva de lixo 
Indoor Environmental Quality (EQ) - Pré-requisito 1 - Minimum IAQ Performance  Estabelecer qualidade mínima para o ar interno e aprimorá-la, contribuindo para o conforto e bem-estar dos funcionários 
Indoor Environmental Quality (EQ) - Pré-requisito 2 - Environmental Tobacco Smoke Control 
Fonte : ArcoWeb
Minimizar a exposição de ocupantes do prédio, superfícies internas e sistema de distribuição de ar à fumaça de cigarro 

Nenhum comentário:

Postar um comentário