domingo, 21 de março de 2010

CONTROLADOR DE DEMANDA

Um Controlador de Demanda necessita medir corretamente para poder controlar. 

Em termos globais a informação para controle deverá vir do medidor da concessionária pois lá estão os sinais de controle além das variáveis a serem controladas liberadas pela mesma através de solicitação padrão. 

Logo o Controlador de Demanda deverá estar conectado a este medidor recebendo as mesmas informações da concessionária e baseado nestas realizar suas ações sobre as cargas passíveis de serem controladas. Uma vez recebendo os sinais da concessionária o Controlador de Demanda passará a verificar dentro de cada período de integração (quase 3000 intervalos/mês) a necessidade de se retirar/não alguma carga elétrica da instalação afim de que a demanda global se mantenha, dentro deste intervalo, abaixo dos limites de controle pré estabelecidos (os quais na maioria das vezes são os valores de contrato junto à concessionária com ou sem as tolerâncias permitidas). 

Atualmente os contratos são para fornecimento de energia firme e possuem duração de no mínimo 1 ano, podendo ser realizados contratos para energia temporária a curto prazo por consumidores com elevada demanda contratada.

Voltando à atuação do Controlador de Demanda não havendo tendência de ultrapassagem da demanda ele não atuará. Caso contrário ele poderá atuar e quando a demanda diminuir ele terá que repor (ou pelo menos liberar para uso) de forma automática as cargas antes retiradas. 

A primeira diferença entre um Controlador de Demanda convencional e outro inteligente começa no início da atuação de controle, onde para um Controlador de Demanda convencional esta atuação poderá ser realizada de forma prematura ou intermitente dentro do intervalo de integração.

Já Controlador de Demanda inteligente posterga ao máximo sua atuação dando oportunidade para a demanda cair naturalmente. Resumindo, um Controlador de Demanda não deve retirar cargas de forma prematura ou irresponsável e sim esperar o momento certo para agir sobre a quantidade exata (nem mais nem menos) de kW.

Nenhum comentário:

Postar um comentário