quinta-feira, 21 de abril de 2011

UTILIZAÇÃO DE ADITIVO (RHEOMIX 610-BASF) NA PRODUÇÃO DE BLOCOS DE CONCRETO COM FUNÇÃO ESTRUTURAL




Fábrica de Blocos 


Pedro Leopoldo (MG)


Utilização do aditivo RHEOMIX 610 na fabricação de blocos de concreto com função estrutural 


Proprietário: Fábrica de Blocos (Belo Horizonte/MG)

Localidade: Pedro Leopoldo (MG)

Data: Setembro/2003

Produtos Utilizados:
Rheomix 610 – Aditivo plastificante para blocos de concreto a 0,3 % sobre o peso do cimento

Área de atuação: Fabricante de Blocos

Área Total: Consumo de 2000 toneladas de cimento/mês


Descrição:

O fabricante tem como missão oferecer ao mercado soluções simples, rápidas, eficazes e eficientes no uso de artefatos de concreto. Sua visão é crescer no mercado como exemplo na produção de artefatos de concreto.

Seus objetivos são promover sempre a satisfação da equipe para execução das atividades de forma produtiva, com qualidade, a fim de atender as necessidades dos clientes e criar um ambiente de parceria com seus clientes, colaboradores e fornecedores, de modo a simplificar processos, reduzir custos e melhorar continuamente a eficácia de seu sistema de gestão.


Desafio:

O Cliente necessitava melhorar a qualidade do seu traço, aumentando a resistência do bloco, o que possibilitaria a redução de tempo de estocagem do produto final no pátio da empresa, gerando redução do custo do produto e, conseqüentemente, melhorando sua posição neste mercado tão concorrido.


Solução:

Foram realizados testes comparativos no processo produtivo para avaliação de desempenho. Inicialmente, com o traço utilizado sem o nosso produto e, em seguida, com o traço corrigido de acordo com dosagens recomendadas de RHEOMIX 610. O produto final que já apresentava um bom acabamento manteve essas características com leve melhoria.

Foram retiradas amostras aleatoriamente dos lotes produzidos para rompimento em laboratório aos 7 e 14 dias. Os resultados médios foram:

Resistência 7 dias
Resistência 14 dias
1. Traço Normal
3,8 MPa
3,8 Mpa
2. Traço com RHEOMIX 610
6,1 MPa
6,5 Mpa



Conclusão:

A resistência do bloco deveria ser de 4,5 MPa, no traço convencional; esse resultado historicamente ocorria com 28 dias. Utilizando RHEOMIX 610, os testes mostraram, já aos 7 dias, resultados superiores ao mínimo exigido.

A MBT Brasil, através do Engº Alysson Resende, esteve presente durante todos os testes e realiza atualmente o acompanhamento do desempenho do produto, verificando a evolução dos traços dos blocos e a conseqüente redução de custo e melhoria da qualidade do produto final.
Fonte: Basf
http://www.basf-cc.com.br/pt/projetos/proj_industrias/pages/fabricadeblocos.aspx

Nenhum comentário:

Postar um comentário