domingo, 1 de maio de 2011

OS PROBLEMAS DAS FACHADAS DO QUADRANTE SUL -SP


Uma fachada face sul ,devido às condições de insolação diferenciada , onde não recebe a incidência direta dos raios solares , se comparada com uma fachada face norte ,deverá submeter-se tratamento diferenciado,para atingir a mesma durabilidade .

Está sujeita a ser impermeabilizada pelo COE de São Paulo , Lei nº 11228 de 25 de junho de 1992,que estabelece no item 9.9.2 :
“A parede que estiver em contato direto com solo, ou aquela integrante de fachada voltada para quadrante sul, deverá ser impermeabilizada.”

Em relação à impermeabilização das paredes das empenas que constituem o fechamento da envoltória dos edifícios, as mesmas deverão ser pintadas,segundo a citada lei .

As paredes da face sul podem requerer um isolamento térmico para que a temperatura da face interna não caia bruscamente qdo do resfriamento do ambiente externo,de forma a não atingir a temperatura de condensação.Ao mesmo tempo, o isolamento térmico que procura combater problemas associados à condensação não dispensa a impermeabilização destas paredes.

Fonte:Jeronimo Cabral F. Neto - " Proposta de Método para Investigação de Manifestações Patológicas em Sistemas de Pintura Latex de Fachadas"-Dissertação apresentada IPT-SP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário