sábado, 25 de agosto de 2012

OBRIGATORIEDADE DE ENSAIOS TRIAXIAIS CONFORME EXIGÊNCIA DA NBR 11682:2009(ESTABILIDADE DE ENCOSTAS)



Prensas para ensaio triaxial

Ítem 3.6-Fator de segurança(em relação à resistência ao cisalhamento do solo)
Valor da razão entre a resistência(tensão cisalhante máxima disponível) e a resistência mobilizada(tensão cisalhante atuante ao longo da superfície de ruptura).

6.3.5-Investigações em laboratório
As investigações em laboratório objetivam a caracterização física e mecânica dos diversos solos que compôe a estratigrafia da encosta e terrenos envolvidos(empréstimos e/ou aterros,quando for o caso).

Determinação de umidade natural,ensaios de granulometria,limites de liquidez e plasticidade, e ensaios da DETERMINAÇÃO DA RESISTÊNCIA AO CISALHAMENTO são obrigatórios para os estudos de estabilização das encostas,no caso de terrenos não rompidos.Deve ser executada uma quantidade mínima de 12 ensaios(corpos de prova),para cada camada de solo idealizada para o perfil geotécnico e em amostras coletadas em três locais do mesmo tipo de solo.

Devem ser previstos ensaios triaxiais ou de cisalhamento direto,sob condições de saturação,tensões,drenagem e velocidade de carregamento preestabelecidas pelo Engenheiro civil gotécnico,para a determinação da resistência ao cisalhamento do solo.

Obs:Admite-se a não realização dos ensaios acima em situações muito simples a serem justificadas ,em taludes com até 3ml de altura,envolvendo solo homogêneo,sem influência do nível de água,sem sobrecarga e com superfícies planas tanto a montante como a jusante,com extensão mínima medida normal à face do talude,correspondente a 5 vezes a altura do talude.

Ver Anexo D(normativo) da NBR 11682:2009 

D1-Parâmetros de resistência ao cisalhamento
D2-Ensaios de cisalhamento direto
D3-Ensaios triaxiais

Fonte:NBR 11682:2009-ESTABILIDADE DE ENCOSTAS
http://www.abntcatalogo.com.br/norma.aspx?ID=51490

Nenhum comentário:

Postar um comentário