segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

ÍNDICES DE CHUVAS DIRIGIDA DIRECIONAL E ANÁLISE DO NÍVEL DE UMEDECIMENTO EM FACHADAS






As fachadas dos edifícios estão sujeitas a condições de exposição que variam de acordo com as características climatológicas da região onde estão localizadas. A chuva dirigida, associação do vento à chuva, é uma das principais fontes externas de umidade e contribui com o processo de degradação dessas fachadas. 

O fenômeno é estudado em vários países e, devido à preocupação com seus efeitos, métodos vêm sendo desenvolvidos como forma de mensuração. 

Neste sentido, o presente trabalho visa obter os primeiros índices de chuva dirigida direcionais para a cidade de Goiânia-GO, bem como verificar a existência de relação desse índice com a umidade medida na superfície das fachadas de um edifício multipavimentos.

Para tanto, os índices de chuva dirigida direcionais (ICDd) da média mensal e de janeiro foram calculados aplicando o método semi-empírico, considerando dados meteorológicos do período de 2002 a 2008.

Posteriormente, foi realizada a medição experimental de umidade na superfície do revestimento das fachadas de um edifício com 17 pavimentos tipo. As medições foram realizadas sobre as fachadas revestidas com argamassa, no mês de janeiro, após um evento de precipitação pluviométrica.

Como resultado, obteve-se que o ICDd da média de todos os meses dos anos analisados e o ICDd de janeiro indicam um comportamento diferenciado de chuva dirigida para cada orientação.

As medições de umidade superficial nas fachadas do edifício apontaram a ocorrência de maior umedecimento para as fachadas voltadas à orientação N, bem como no pavimento mais alto (17º) e nas regiões abaixo das janelas.


Gaspar e Brito (2005), em estudos realizados nas cidades de Lisboa, Alcochete e Tavira, em Portugal, identificaram que 25% dos problemas de degradação em fachadas de edifícios revestidas com argamassa de base cimentícia e com acabamento decorativo em pintura são decorrentes da chuva dirigida e do escoamento superficial de água na fachada.


Fonte :"Índices de chuva dirigida direcional e análise do nível de umedecimento em fachadas de edifício multipavimentos em Goiânia"/Helena Carasek e Carlos Mariano Melo Júnior

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1678-86212011000300003&lng=en&nrm=iso 


Nenhum comentário:

Postar um comentário