sábado, 22 de dezembro de 2012

INFORMAÇÕES RELEVANTES FORNECIDAS PELO SPT-T E NÃO DISPONÍVEIS NO CASO DO SPT

3.5.1-Pedregulhos no Interior de uma Massa de Solo Sedimentar Arenoso e Fragmentos de Rocha em Solos Saprolíticos

É muito frequente ocorrer em uma camada de areia,como uma dada resistência à penetração,locais específicos onde os valores de N-SPT aumetam subitamente 3,4,5 ou mais vezes.

Considere-se por exemplo uma camada de areia com valores de N entre 10 e 15 e valores de torque-T entre 12 e 16.Em um dados local,mede-se a resistência à penetração N 40,porém o valor de torque continua nas faixas dos 10 a 16.

De acordo com os critérios atuais de classificação previstos na NBR 6484,nesse ponto ter-se-ia uma areia compacta.Na realidade o que ocorre é a presença de pedregulhos,que por terem dimensões da mesma ordem de grandeza do bico do amostrador interferem na medida de N,produzinto valores altos que guardam nenhuma correspondência com uma eventual densidade muito mais elevada da areia.

Os valores de torque,não sendo afetados pela presença de predregulhos junto à ponta do amostrador,continuam na mesma faixa de valores,fazendo com que haja um absurdo aumento do índice de torque(TR),o que é um claro indício da falácia dos valores medidos de N.

3.5.2-Identificação de solos colapsíveis

As argilas porosas da cidade de São Paulo tem sua colapsividade facilmente identificável através do índice de torque(TR)

Nas figuras 3.7 e 3.8 extraídas de Décourt(1992) verifica-se que valores de TR entre 1,0 e 1,2 indicam solos estáveis com índice de colapsividade IC < = 2,0%,enquanto valores de TR iguais ou superiores a 2,5 são indicativos de solos colapsíveis , IC> 2,0%

Fonte"Fundações Teoria e Prática" -W.Hachich,F.Falconi,José Luis Saes,Régis Frota,Celso Carvalho e Sussumu Niyama/ABMS/ABEF



Nenhum comentário:

Postar um comentário