sábado, 30 de março de 2013

PROBLEMAS COM QUALIDADE DOS CONDUTORES ELÉTRICOS DE BAIXA TENSÃO



No último período, a QUALIFIO tem dado continuidade a seu programa de monitoração dos condutores elétricos de baixa tensão com exigências de certificação compulsória determinada pelo INMETRO.


Esta monitoração dentro dos procedimentos habituais de aquisição de amostras no comércio em diversas regiões, testes em laboratório devidamente homologado e com direcionamento preferencial na coleta de produtos irregulares,  tem apresentado as seguintes características:
As empresas tradicionais, com imagem de qualidade reconhecida no mercado, boa capacidade industrial, tecnologia e equipamentos modernos, sistemas de qualidade e produtos devidamente  certificados nas respectivas normas, constituem a base do setor e fornecem produtos de qualidade.


 Elas são facilmente identificáveis no site da QUALIFIO,  posto que também são monitoradas e  se curvam aos  compromissos e rigorosas exigências de atuação ética e responsável determinados no Estatuto da Associação.


Por outro lado,  lamentavelmente, temos identificado no mercado, produtos de empresas ostentando nas embalagens selo de certificação concedido por certificadoras, porém  apresentando problemas de qualidade. 

 A principal não conformidade encontrada corresponde a uma redução na quantidade de cobre necessária para atender às exigências na resistência elétrica, constituindo evidentemente um risco a segurança do consumidor.


A experiência da QUALIFIO com este tipo de situação tem sido difícil, já que históricos e estatísticas preparadas por longos períodos sobre determinado fabricante, quando apresentados a certificadoras e autoridades, não tem se verificado a aplicação  de sanções efetivas e inibidoras do comportamento reincidente deste tipo de  fabricante, posto que procuram revestir-se de um "manto" de legalidade.


 A QUALIFIO não recuará e pretende continuar investindo em seu  monitoramento para demonstrar  que resultados ocasionais ou eventualmente “preparados” não correspondem aos materiais que efetivamente estão sendo comercializados no mercado por tais fabricantes.


Entretanto, há um produto que oferece mais perigo ainda ao consumidor, que são os produtos não certificados, os quais se apresentam de duas formas:

a)    Sem qualquer marca de conformidade na embalagem e no produto indicando sua falta de certificação.

b)    Certificados de forma fraudulenta a marca de conformidade do  INMETRO ou de uma Certificadora.
 
A pulverização desses produtos no comércio da periferia e no interior dos estados dificulta a ação das autoridades, entretanto o trabalho de monitoramento da QUALIFIO, continuará contando com o fundamental apoio de seus associados e com a energia renovada da nova Diretoria .
Fonte: Qualifio

Nenhum comentário:

Postar um comentário